quinta-feira, 5 de abril de 2012

PRESÍDIO CENTRAL DE PORTO ALEGRE

O presídio central de Porto Alegre padece do mesmo mal de todos prédios públicos: não há verba para manutenção. Deixam quebrar tudo para depois fazer uma reforma geral. Acontece que uma obra num presídio é muito complicada, pois não há onde por os presidiários enquanto a obra está sendo feita. Daí que vão postergando até virar o caos que é hoje.
A solução está em construir um três presídios menores, e colocar todo o mundo lá. O prédio velho deve ser demolido.

Um comentário:

coisadeguri disse...

Quando vi a reportagem no Tele Domingo sobre a situação atual do presidio central fiquei apavorado, varias vezes tive que ir lá fazer diligência pelo cartório e fiquei apavorado com a situação com que aqueles presos estão vivendo, chega a ser uma situação fora de todos os patrões, a população simplesmente fecha os olhos para esses apenados, eles estão lá presos, estão pagando pelo que fizeram, mas ninguém merece viver naquelas condições, ninguém.

QUEM É ESTE ESCORPIÃO?

Minha foto
PORTO ALEGRE, RIO GRANDE DO SUL, Brazil
EU E MINHAS CIRCUNSTÂNCIAS