quarta-feira, 1 de outubro de 2008

O MELHOR TRANSPORTE DO MUNDO


PATINETE, CARRINHO DE LOMBA, TREM FANTASMA, CARRINHO DE PARQUE DE DIVERSÃO, CARROÇA, ARANHA, CARRETA, TRATOR, RODA GIGANTE, MONTANHA RUSSA, CAIQUE, BARCO, NAVIO, CANTAREIRA, AEROBARCO, TELEFÉRICO, CATAMARÃ, BALSA, LANCHA, NAVIO, TREM MARIA FUMAÇA, TREM A DIESEL, TREM ELÉTRICO, METRÔ, ÔNIBUS, JIPE, CAMINHÃO, CAMIONETA, BUG, MOTO, LAMBRETA, CARROÇÃO, CAVALO, CARRINHO DE MÃO, RER, AVIÃO TURBO-HÉLICE, AVIÃO DUPLO JATO, TRIJATO, QUADRIJATO, BICICLETA, TRICICLO, CARRUAGEM, TROLEIBUS, COLHEITADEIRA, ELEVADOR, ESCADA ROLANTE e ESTEIRA ROLANTE são meios de transporte que já andei.
Entre os poucos que ainda não arrisquei posso citar: HELICÓPTERO, SUBMARINO, ULTRALEVE, PÁRA-QUEDAS, MONOCICLO, JET-SKI, VELEIRO E IATE.
Não gosto muito da idéia de andar de helicóptero; submarino não entro, pois teria um ataque de claustrofobia aguda; ultraleve nem amarrado, pára-quedas jamais andarei, monociclo levaria um tombo na hora; Jet Ski não gosto; veleiro e iate já fui convidado várias vezes, mas não me oportunizou, só tenho vontade.
Dos meios de transporte que mais gosto está o Trem, o Catamarã, lancha e automóvel. Gosto das viagens aonde vou de avião, mas não morro de amores pela idéia de ficar horas fechado.
Os meus passeios mais remotos estão as velhas Maria-Fumaça: - Guri, não bota a cabeça pra fora que a ponte vai te pegar... Que maravilha! A verdade que as pontes do trem eram bem estreitas passavam a dez centímetros do trem, logo que ousasse botar a cabeça prá fora corria mesmo risco. Também fazem parte das lembranças mais remotas os velhos carros de praça, todos pretos, grandes e reluzentes. Os motoristas usando quepe e casaco preto.
Uma das lembranças mais remotas é eu andando de Trem Fantasma, na redenção, no famoso Parque Xangai, em companhia de meu pai e meu saudoso tio e padrinho Paulino. Este uma grande e doce figura de pessoa, de quem tenho muita saudade.
Montanha Russa somente andei uma vez, e obrigado. Minha filha Gabriela era pequena e pediu para andar. Lúcia não entrava de jeito nenhum, e sobrou para mim. Que horror! Gabriela se divertiu. Eu detestei. Não sou chegado a esportes radicais...
Adoro andar de automóvel, principalmente dirigi-los. Tenho paixão por conversíveis, inclusive bugues. Já prometi a mim mesmo, várias vezes, comprar um, mas sempre vou deixando para o futuro. Um dia, quem sabe?
O avião que mais gostei de viajar não foi os 777 da Alitália ou Air France, nem os Jumbos da British Airways, mas os maravilhosos Eléctras da extinta Varig, fazendo a ponte aérea RIO-SÃO PAULO.
Na lista dos detestáveis ficam: além da Montanha Russa, Roda-Gigante, Balsa, Carroção e classe econômica em vôos internacionais. Não dá para aturar o espaço das pernas em vôos transatlânticos onde você fica como se estivesse numa lata de sardinha.
A idéia de moto me agrada muito, mas é muito perigoso. Uma vez um colega me disse que seu filho de dezoito anos estava querendo comprar uma moto, respondi na hora: - O guri está te enchendo o saco? Quer te livrar dele logo? Isto mesmo dá uma moto para ele, que logo-logo, estarás livre deste encargo. É claro que diante deste meu radicalismo, ele ficou assustado e negou a moto para o filho. Acho que salvei os dois, pois o filho era da pá virada, e não ia durar vivo mais que um ou dois meses.
Sabe mesmo qual é o melhor meio de transporte que você já teve na vida? Foi a sua mãe. Este transporte é carinhoso, quentinho, insubstituível, limpo, com direito a lanche. Você não pega vento na cara. Não lhe cobra nada. Só que no final do prazo lhe joga prá fora...
Esta crônica é em homenagem a minha querida mãe dona Zoi que este ano completou 70 anos bem vividos, ao lado do seu Zezé(76). Na foto, ela orgulhosa com o seu bolo. Um grande abraço para ela.

2 comentários:

Ivone disse...

E ADIVINHA QUEM TIROU ESSA FOTO?????ACERTOU,EUZINHA!!!!!!!!!!

iva disse...

Quando crescer, quero ser igual a ela.

Arquivo do blog

QUEM É ESTE ESCORPIÃO?

Minha foto
PORTO ALEGRE, RIO GRANDE DO SUL, Brazil
EU E MINHAS CIRCUNSTÂNCIAS