segunda-feira, 24 de novembro de 2008

AS QUOTAS

Estava pensando aqui com os meus botões: e se eu resolver voltar para a universidade? Poderia escolher um dos dois cursos sobre os quais tenho mais interesse, ou seja, história ou filosofia.
Que chance eu teria concorrendo com a gurizada que saiu agora do segundo grau? Nenhuma, pois como poderia lembrar qual a diferença entre um butano e um buteno? Como poderia eu lembrar qual a dimensão da cloaca da rã? Essas coisas muito "importantes" devem ainda fazer parte dos vestibulares.
Existe porém um fator a me beneficiar: as quotas.
Há, estas maravilhosas quotas!
Posso me beneficiar delas de duas formas: sempre cursei escolas públicas, e minha tataravó era índia, logo sou índio.
Tai, minhas chances aumentaram, acho que vou concorrer ao próximo vestibular, sob o santo protetor das quotas, afinal de contas é justiça social.

Um comentário:

Ivone disse...

Q ue nada ,nem precisa de cotas,hoje é só o lema que interessa!!!!PAGA BEM QUE MAL TEM! TA FÁCIL FAZER FACULDADE SÓ TER GRANA PRA PAGAR,RESTO É BARBADA!

Arquivo do blog

QUEM É ESTE ESCORPIÃO?

Minha foto
PORTO ALEGRE, RIO GRANDE DO SUL, Brazil
EU E MINHAS CIRCUNSTÂNCIAS