segunda-feira, 4 de agosto de 2008

SONHOS REALIZADOS? NOVOS SONHOS CRIADOS

No último sábado, assisti duas formaturas na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Formaram-se ali minha irmã Ivanir, no curso de Pedagogia e minha sobrinha Karen no curso de fisioterapia. Sai pensando sobre a realização dos sonhos. O que fazer quando eles são atingidos?
Afinal, eles são o motor da vida. Eles nos movem com a sua força vigorosa, a enfunar nossas velas rumo a um porto, onde imaginamos estar nossa felicidade.
Fazem parte do imaginário popular os cãezinhos correndo atrás dos carros, latindo para as rodas dos veículos. E, quando, de inopino, o motorista resolve parar, os cachorrinhos não sabem o que fazer, pois a graça estava exatamente na ação, ou seja, perseguir o pneu. Não estava no script que a peça poderia chegar ao fim, mas chegou. O que faz o cão surpreendido? Vai lá e dá uma mordida na roda? É claro que não, ele simplesmente larga aquela roda inerte, e vai à procura de outro veículo para começar a brincadeira de novo. Não interessa para o cãozinho a roda parada, o que dá vida à brincadeira é exatamente o fato de a roda estar girando.
Assim, também devemos agir, sonhos realizados, novos sonhos devem ser criados, a substituir imediatamente os antigos. Esta é verdadeira energia a alimentar o que se chama razões de viver. É muito comum, após termos nossa vida profissional, filhos criados, que passemos a viver os sonhos deles, o que não é correto. Devemos ter, ainda, apesar das passagens dos anos, os nossos próprios sonhos. Se a universidade que queremos, então vamos fazê-la.
A Ivanir entrou muito depois de seus filhos e saiu antes dos dois. Por quê? O segredo está numa palavra chamada perseverança. A palavra vem do latim “ perseverare” e por sua vez de “persevero” no sentido de persistir, insistir, sustentar, continuar e prosseguir. A este primeiro conceito alio outro chamado objetivo, cuja tradução seria o alvo. O que eu pretendo para minha vida? Fixada a meta, envido todos os meus esforços para atingir este mister. Foi exatamente o que ela fez, e aí está todo o segredo do seu sucesso, para o qual acorremos como felizes testemunhas.
Este é um grande problema hoje. As pessoas não têm mais objetivos na vida. Se você sair na rua a perguntar aos passantes que pretendem, a grande maioria vai gaguejar na hora de responder. Esta inconstância, este não saber o que quer, é um passaporte ao insucesso.
A grande maioria sonha com soluções mágicas, pensando em alguém que, de inopino, apareça lhe oferecendo uma oportunidade; uma tia rica que morre e deixa uma herança; ou um bilhete premiado de loteria. Como as chances destes acontecimentos bissextos acontecerem é muito difícil, temos uma minoria bafejada pela sorte a desfrutar estas benesses distribuídas a poucos e uma multidão de infelizes, como os filhotes de pássaros de boca para cima esperando o sorteio de um pedaço de minhoca.
A Karen também é um bom exemplos de planejamento estratégico de vida, pois terminou seu curso de fisioterapia, e esta fazendo outro, o de Educação Física, que evidentemente são afins, ou complementares, numa demonstração clara de planejamento profissional invejável. Como pessoa organizada que é, também não abriu mão de seu laser e de suas coisas pessoais. Não perdeu sua alegria (invejável) de viver.
As duas saberão, por certo, abrir novas frentes de sonhos, e neles terão todo o nosso apoio, haja vista que merecem, face às qualidades pessoas que demonstraram nestes últimos tempos.

2 comentários:

Karen disse...

Ahh Osnir lindo como tudo que tu escreve! Obrigada pelos elogios, e espero estar à altura deles! Concordo plenamente que sempre temos que ter novos sonhos, grandes, pequenos íntimos ou coletivos, mas são eles (e alcançá-los) que nos motiva pra vida.
Espero conseguir conquistar tantos outros sonhos que tenho, pois a sensação de realização é uma das melhores do mundo, a sensação de realização e de compartilhar esta realização é ainda mais especial.

Obrigada!
Beijos
Karen
FISIOTERAPEUTA!!!!

Ivanir disse...

Fiz o meu comentário assim que li. Não aceitastes por julgar sem expressão ou não chegou?

Arquivo do blog

QUEM É ESTE ESCORPIÃO?

Minha foto
PORTO ALEGRE, RIO GRANDE DO SUL, Brazil
EU E MINHAS CIRCUNSTÂNCIAS